• Thayane Gomes

The Crown vale a pena assistir?

Atualizado: Jul 2

Conheça o reinado da Rainha Elizabeth II através de The Crown, uma série provocativa que se arrisca na apropriação da trajetória da Rainha Elizabeth II



The Crown é um drama biográfico produzida pela Netflix e gira em torno do reinado da Rainha Elizabeth II, criada e escrita por Perter Morgan e dirigida por Stephen Daldry, a série é um prato cheio para quem gosta de séries históricas e de tramas políticas. Lançada em 2016 possui 3 temporadas atualmente, sendo uma das séries mais caras produzida pela Netflix cerca de US$ 125 milhões de dólares com cenários e figurinos extremamente fieis aos da realeza britânica, além de possuir um elenco maravilhoso como a Clarie Foy no papel de Rainha Elizabeth II, Vanessa Kirben como a princesa Margaret e John Lithgow como Winston Churchill.


Netflix / Reprodução

A série nos faz acompanhar todo o crescimento da Rainha e seu difícil amadurecimento e endurecimento sob o peso da coroa, a destaque também na sua irmã, a Princesa Margareth, que evidência ao longo da série a difícil tarefa de Elizabeth em conciliar a sua vida pessoal com os seus deveres como monarca, nos mostra a difícil infância do Príncipe Philip (Membro da família real grega e dinamarquesa) após os sucessivos golpe a monarquia grega e ter sido criado sem sua mãe, acabou trazendo esses traumas para vida a adulta, devido a isto ele esta sempre tentando alertar sua esposa e rainha de que nenhuma monarquia era livre de ameaças, além de abordar o machismo da época e do país, que é refletido através da figura de dois personagens centrais: o Príncipe Philip, marido de Elizabeth que mostra-se constantemente inconformado por ocupar uma posição social inferior a da esposa, e também o histórico Primeiro Ministro Winston Churchill que representa o machismo na política, sempre menosprezando a Rainha, em especial na primeira metade da temporada, tanto devido à sua idade quanto ao seu gênero.

Netflix / Reprodução

Na segunda temporada, a série aborda a Crise do canal de Suez no Egito que mesmo após a sua independência do Reino Unido (em 1922) continuou sobre a influência britânica nas décadas seguintes devido ocupação desde a segunda guerra mundial na qual protegeu o território dos italianos e alemãs, o conflito ocorre quando o Egito depois de um golpe militar decide controlar o canal que utilizavam para ter acesso ao comércio oriental, o motivo da crise foi o desejo das nações capitalistas controlarem um ponto estratégico no Mar Vermelho, que permite ligar Europa à Ásia sem precisar contornar a África.


Ao longo da produção podemos acompanhar a pré-disposição da Rainha em fazer parcerias e evitar conflitos e crises politicas e a inovação ao modernizar as tradições da monarquia, vale muito a pena assistir, e entender um pouco mais dessa monarca tão brilhante que é a Rainha Elizabeth II.



55 visualizações

Todas as imagens de livros, filmes, séries, jogos,  ou qualquer criações visual autoral são de seus respectivos proprietários.

Copyright Máquina dos Tempos. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do maquinadostempos.com. Para reproduzir qualquer conteúdo, entre em contato conosco: maquinadostempos@hotmail.com

O Máquina dos Tempos traz para você as histórias que moldaram o mundo através dos tempos. Com compromisso ético e científico, pretendemos fazer a análise e o debate histórico algo divertido e de amplo alcance. Por meio de um canal livre e aberto, entre diversos historiadores e historiadoras do Brasil.

Receba nossas atualizações

Preencha o formulário com seu e-mail e nome e receba e seja notificado sempre que o Máquina dos Tempos lançar novos conteúdos.

SIGA-NOS

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
Logo - Máquina dos Tempos
Logo - Máquina dos Tempos