Imagens históricas do pouso na Lua são aprimoradas por inteligência artificial

Há 51 anos, um ser humano pisava pela primeira vez no solo lunar.


Um especialista em restauração de fotos e filmes, chamado DutchSteamMachine, usou técnicas avançadas de Inteligência Artificial para melhorar a qualidade de vídeo da aterrissagem lunar.

Buzz Aldrin na Lua é o título da famosa foto tirada por Neil Armstrong em 20 de julho de 1969, quando o homem chegou lá. (Nasa / Divulgação).

Foi lançado no YouTube uma incrível gravação em 4K da aterrissagem lunar da Apollo 16 da NASA, em 1972, com 60 quadros por segundo aprimorados e recursos visuais aprimorados usando a inteligência artificial. Antes, apesar da NASA ter restaurado e aprimorado algumas das filmagens mais populares da Apollo, alguns dos segmentos do clipe de pouso na lua estavam distorcidos e embaçados. No entanto, os especialistas em IA agora conseguiram melhorar o visual usando a tecnologia da IA ​​para proporcionar aos espectadores e amantes de astronomia uma experiência totalmente nova.


Para criar visuais mais vívidos a partir das filmagens restauradas, que foram originalmente filmadas na lua, o especialista em restauração de fotos e filmes, chamado de DutchSteamMachine, empregou técnicas de IA para melhorar a qualidade do vídeo. De acordo com um relatório espacial, o especialista conseguiu aumentar a resolução das filmagens onde estava instável, mantendo a qualidade e os pixels dos visuais. Além disso, os quadros ruidosos e de baixa resolução foram transformados usando um módulo que reconstruiu quadros.  



Falando a uma emissora líder, o especialista disse que queria proporcionar uma experiência sobre as antigas imagens da aterrissagem na Lua de Apollo como nunca antes. Ele acrescentou que, embora a filmagem tenha sido originalmente filmada com 12 quadros por segundo (FPS), ela foi aumentada para 60 FPS para fornecer quadros mais claros e definidos. No clipe, agora reconstruído usando IA, pode-se ver imagens nítidas da superfície da lua no local de pouso da Apollo 15, Hadley Rille.  


"Eu realmente queria proporcionar uma experiência sobre essa filmagem antiga que nunca foi vista antes", disse ele ao Universe Today.

Dê uma olhada nesta filmagem aprimorada de um rover lunar da Apollo 16 com Charlie Duke e John Young, onde a filmagem que foi originalmente filmada com 12 quadros por segundo (FPS) foi aumentada para 60 FPS:



Neil Armstrong dando seu "primeiro passo"


Além disso, também é possível ver claramente o astronauta Neil Armstrong dando seu "primeiro passo" na lua. Os visuais foram filmados inicialmente em uma câmera instalada dentro de um Módulo Lunar que gravou um vídeo nebuloso em uma moldura de 16 mm. Usando uma técnica de reconhecimento de profundidade conhecida como INterpolation, ou DAIN nos quadros, o especialista conseguiu destacar os principais detalhes da filmagem, conforme um relatório.  


Explicando a quantidade de tempo necessária para editar a filmagem inteira, o especialista disse que um vídeo de apenas 5 minutos pode levar de seis a 20 horas para ser concluído. Além disso, em um relatório, ele revelou que as filmagens exigiam uma GPU de ponta para gerar interpolação de movimento ou interpolação de quadro com compensação de movimento que fazia o vídeo icônico parecer "mais fluido".  


0 visualização

Todas as imagens de livros, filmes, séries, jogos,  ou qualquer criações visual autoral são de seus respectivos proprietários.

Copyright Máquina dos Tempos. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do maquinadostempos.com. Para reproduzir qualquer conteúdo, entre em contato conosco: maquinadostempos@hotmail.com

O Máquina dos Tempos traz para você as histórias que moldaram o mundo através dos tempos. Com compromisso ético e científico, pretendemos fazer a análise e o debate histórico algo divertido e de amplo alcance. Por meio de um canal livre e aberto, entre diversos historiadores e historiadoras do Brasil.

Receba nossas atualizações

Preencha o formulário com seu e-mail e nome e receba e seja notificado sempre que o Máquina dos Tempos lançar novos conteúdos.

SIGA-NOS

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
Logo - Máquina dos Tempos
Logo - Máquina dos Tempos