• Leonardo Kröhling

Ferramentas de mais de 30 mil anos são encontradas em caverna do México

Atualizado: Ago 11

Arqueólogos encontraram 1930 ferramentas de calcário com características de confecção humana na Caverna Chiquihuite, região montanhosa localizada no estado de Zacatecas, no centro-norte do México. Segundo a pesquisa publicada na quarta-feira (22) na Revista Nature, no total, 42 sítios arqueológicos foram catalogados e tal descoberta reacende o debate sobre o povoamento do continente americano: os objetos encontrados são 15 mil anos mais velhos que as evidências humanas mais antigas que se tinha conhecimento. Entre as ferramentas encontradas estão lanças e lâminas finas, o que demonstram que as pedras foram manipuladas pela mão humana.


A equipe entrando na Caverna Chiquihuite (Foto: Devlin A. Gandy)

Como nenhum material genético foi encontrado, pesquisadores acreditam que a caverna onde tais instrumentos foram encontrados servia como uma espécie de “hotel”, um local onde grupos nômades de caçadores e coletores do Último Máximo Glacial (período entre 26 mil e 19 mil anos atrás) repousavam quando migravam pela região (provavelmente quando faziam uma rota costeira pelo pacífico). A presença de alguns fósseis de ursos-negros, roedores e morcegos indicam que era um ponto muito conhecido pelos antigos seres humanos e que também servia de abrigo para animais.


Pesquisadores analisam camadas de sedimentos na Caverna Chiquihuite (Foto: Devlin A. Gandy)

As quase 2000 ferramentas encontradas já comprovam a presença humana na América em tal período e agora um estudo paralelo tenta relacioná-la com a extinção de animais, como os mamíferos da megafauna, que habitavam o continente durante a era glacial. De acordo com Mikkel Winther Pedersen, geneticista da Universidade de Copenhagen, como as grandes manadas não eram acostumadas com seres humanos, eles se tornaram presas fáceis e isso contribuiu para o desaparecimento.


Alguns dos artefatos descobertos na caverna mexicana / Crédito: Ardelean et al. , Doi: 10.1038 / s41586-020-2509-0

A análise do material durou mais de uma década para ser concluída e teve ajuda da polícia, pois a região de Chiquihuite é dominada por cartéis. A descoberta traz mais perguntas do que respostas: as ferramentas encontradas no México e outros achados fazem “teorias clássicas” sobre o povoamento da América serem repensadas por historiadores e arqueólogos. A pesquisa revela que os primeiros habitantes da América chegaram antes do povo Clóvis, que viveu no continente há 13 mil anos e era considerado o mais antigo habitante do Novo Mundo.




28 visualizações

Todas as imagens de livros, filmes, séries, jogos,  ou qualquer criações visual autoral são de seus respectivos proprietários.

Copyright Máquina dos Tempos. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do maquinadostempos.com. Para reproduzir qualquer conteúdo, entre em contato conosco: maquinadostempos@hotmail.com

O Máquina dos Tempos traz para você as histórias que moldaram o mundo através dos tempos. Com compromisso ético e científico, pretendemos fazer a análise e o debate histórico algo divertido e de amplo alcance. Por meio de um canal livre e aberto, entre diversos historiadores e historiadoras do Brasil.

Receba nossas atualizações

Preencha o formulário com seu e-mail e nome e receba e seja notificado sempre que o Máquina dos Tempos lançar novos conteúdos.

SIGA-NOS

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
Logo - Máquina dos Tempos
Logo - Máquina dos Tempos